Praça Firmina Santana

Praça Firmina Santana

Quem foi a Nutricionista Firmina Santana?

Nasceu em 18 de fevereiro de 1909 em Paracatu, uma cidade localizada no noroeste de Minas Gerais. Iniciou seus estudos na Escola Afonso Arinos e formou-se professora primária na Escola Normal Oficial, ambas de sua terra natal. Chegou a lecionar para classes anexas à Escola Normal.

Em 1934, mudou-se para o Rio de Janeiro, para estudar na Escola de Enfermagem Ana Nery. Reconhecida por sua inteligência, formou-se enfermeira em 1937.

No ano de 1940, custeada pelo governo brasileiro, foi para a Argentina, onde fez o curso na Escola de Nutrição, criada pelo médico Pedro Escudero. Na época, os formados em Nutrição eram chamados de dietistas.

Voltou para o Brasil após 3 anos de curso. Por muito tempo, foi assistente de Josué de Castro, médico e importante ativista no combate à fome no Brasil e no mundo. Atuou como nutricionista, lutando pelo aperfeiçoamento e pelos direitos da profissão.

Veio a falecer aos 45 anos, no dia 31 de julho de 1954, em Washington, nos Estados Unidos.

Qual sua importância na história da Nutrição brasileira?

Quando retornou ao Brasil, Firmina Santana organizou e chefiou o Serviço de Nutrição do Hospital do Servidor Público do Rio de Janeiro.

Criou uma Escola de Nutrição aos moldes da escola argentina, onde estudou. Essa escola — por ela criada — mais tarde foi anexada à Universidade do Brasil.

Fundou a ABN (Associação Nacional de Nutricionistas) no dia 31 de agosto de 1949, que atualmente se chama ASBRAN (Associação Brasileira de Nutrição) e foi a primeira presidente da associação. Hoje, nessa data, é comemorado o Dia do Nutricionista.

Além disso, foi representante da ONU no Congresso Internacional de Nutrição em Haia, nos Estados Unidos, no ano de 1952, destacando-se entre os congressistas.

Também em 1952, em Comissão do Governo Brasileiro, mudou-se para os Estados Unidos para buscar novos conhecimentos na área. Logo após, concorreu a uma bolsa de mais dois anos de estudos, oferecida pelo governo americano, mas não cursou por conta de sua morte repentina.

Como vimos, a nutricionista Firmina Santana, além de pioneira, foi fundamental para a Nutrição no Brasil. Viveu em prol da ciência e batalhou pelos direitos da profissão, para que fosse reconhecida e regulamentada.

Na onda das homenagens que recebeu, a cidade de Mogi das Cruzes prestigiou um espaço da antiga Rodoviária como Praça Firmina Santana.

Praça Firmina Santana.

Como se observa, de Praça não existe nada.

A proposta é que transforme este espaço que hoje esta subutilizado e degradado por conta da falta de manutenção da antiga Rodoviária.

Na proposta mantemos os Taxis.
Desenhos Michelle Hasegawa

4 comentários em “Praça Firmina Santana”

  1. A idéia é excelente , tomara que saia do papel.
    Eu sempre me perguntei porque praça?
    O seu projeto vai justificar o nome.
    Vou torcer para que vire realidade.

    1. Sandra!
      Obrigado pelas suas palavras. Todo os trabalhos que desenvolvemos para a cidade são sementes. Algumas vingam e outras não.
      O importante é que fica no inconsciente coletivo.
      Muito obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *