DIVINÃO

CENTRO DE CONVENÇÕES MOGI

(DIVINÃO)

          O Professor Josemir Ferraz Campos, história viva das Festas do Divino, nos procurou com o argumento de que há 17 anos publicou no jornal, O Diário, sobre a necessidade da cidade de Mogi das Cruzes ter um Centro de Convenções, e nos desafiou a desenvolver uma ideia que a cada dia se faz necessário.

          A festa do Divino deste ano de 2019 movimentou mais de 250.000 pessoas e a tendência é de crescimento. O custo atual para a sua implantação da Festa do Divino, vizinha ao CIP, no bairro do Mogilar, onde ocorrem às barracas e shows, ultrapassam a centenas de milhares de reais, o que viabiliza o investimento até pela iniciativa privada.

          Pensando neste tema e com uma visão futura, o Centro de Convenções Mogi, aqui carinhosamente chamada de “Divinão”, pode ser um Pólo regional de atividades tais como as nossas tradicionais festas: do Caqui, Pêssego, Outono, Expo Mogi e tantas outras que necessitam movimentar o mercado; além de ser uma opção turística para a cidade. Mogi das Cruzes, por sua localização a distância de 50 km. da Capital, tem vocação natural para este empreendimento.

Considerando os tempos obtusos que o nosso País passa, pensamos no reaproveitamento da estrutura do atual CIP, que tem uma área aproximada de 6000 m², para com uma roupagem nova e uma atualização arquitetônica possa transformar em um Centro de Convenções com um grande espaço para múltiplos usos de feiras e festas da cidade.

          O local facilita o acesso de quem vem de fora da cidade, evitando aumentar mais o trânsito na área central. Próximo da Estação de Trem, Terminal de Ônibus que completam e facilitam o acesso.

Todas as atividades que hoje são desenvolvidas no espaço do CIP, seriam transferida para um edifício novo a ser construído de frente para a Avenida Cívica, incluindo o Pró-Hiper.

          O Centro de Convenções é acompanhado de um espaço de múltiplo uso, que denominado “Praça de Eventos”, onde poderão ocorrer shows, atividades cívicas ou mesmo de lazer que completam o complexo.

A Praça de Eventos, onde ficaria uma concha acústica e uma Serra metálica, para que possa ser mais um espaço de lazer para a população da cidade. Na Praça de Eventos serão prevista toda a mobilidade, incluindo o acesso as serras de metais para que todos tenham a mesma oportunidade de usufruir do equipamento urbano.

O Centro de Convenções teria capacidade de comportar até 6.000 pessoas dentro dele e na Praça de Eventos mais umas 10.000 pessoas totalizando 16.000 pessoas ao mesmo tempo.

          A área prevista para estacionamento é de 1200 vagas distribuídas entre estacionamentos no subterrâneo e também no edifício a ser construído para as atividades que hoje ocorrem no local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *